Cooperativa de Orgânicos agora poderá utilizar a “Cozinha” do Matulão

A Unidade de Transformação Artesanal, comumente chamada de “cozinha”, localizada no Matulão agora passa a ser administrada pela Cooperativa de Orgânicos.

ENTENDA O CASO:

O local foi construído pelo instinto programa PARANÁ 12 MESES, que era um convênio entre o Governo Estadual com o Banco Mundial. Na época, a comunidade daria a mão de obra para o feitio, o governo subsidiaria os custos de material, enquanto a prefeitura cederia o terreno.

Na época a “cozinha” acabou não tendo interesse comunitário, e apenas 4 famílias pagaram pela mão de obra. Duas pessoas dessas famílias acabaram falecendo, surgindo assim, um impasse pela responsabilidade de gerir a unidade.

A Cooperativa dos Orgânicos de Tijucas do Sul, ressarciu essas famílias, para poder usar o espaço. Quem agora fica responsável pela unidade é o Conselho de Desenvolvimento Rural Sustentável, que de forma legal, terá a gerência da unidade pelos próximos 10 anos.

Toda a ação foi dividida com o Chefe do Núcleo Regional da SEAB-PR, João Carlos Rocha Almeida, que deu o aval dizendo que é a decisão mais assertiva.