Balanço do 1° mês de gestão: Secretaria de Assistência Social e Cidadania

Hoje conheceremos o trabalho da Secretaria de Assistência Social e Cidadania de Tijucas do Sul, comandada pela srª Marilda de Fátima Alves Moreira, que tem na sua pasta a função de articular políticas públicas de Assistência Social de qualidade aos usuários.

O SUAS (Sistema Único da Assistência Social) organiza todas as ações em alguns tipos de proteção social.

Proteção Social Básica: destinada à prevenção de riscos sociais e pessoais, por meio da oferta de Programas, Projetos, Serviços e Benefícios a indivíduos e famílias em situação de vulnerabilidade social;

Proteção Social Especial, destinada a famílias e indivíduos que já se encontram em situação de risco e que tiveram seus direitos violados.

Sendo os Serviços de Proteção Social Básica

  • Órgão gestor;
  • Centro de Referência da Assistência Social – CRAS Lagoinha;
  • Serviço de fortalecimento de vínculos : Núcleo Ceia;
  • Serviços de fortalecimento de vínculos : Núcleo Cres-Ser

(Os Serviços de Convivência e Fortalecimentos de Vínculos, Núcleo CEIA; Núcleo Cres-Ser; e Idosos, neste momento estão suspensos devido a pandemia do novo Coronavirus)

Serviço de Proteção de Média Complexidade

  • Serviço de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos em situação de violência;
  • Abordagem psicossocial;
  • Orientação a pessoas que vivenciam situações de violência.

Neste mês de janeiro foram atendidas 818 familias (Secretaria de Assistência Social e CRAS Lagoinha. Os atendimento solicitados foram:

  • De livre demanda;
  • Benefícios eventuais (vulnerabilidade temporária, auxilio natalidade, auxilio funeral, isenção de documentos; e outros);
  • Pessoas em situação de violências;
  • Benefício de Transferência de Renda do Programa Bolsa Família;
  • Benefício de Prestação Continuada- BPC Idosos;
  • Benefício de Prestação Continuada- BPC – Pessoas com Deficiência;
  • Benefício de Isenção Tarifa Social (energia e água);
  • Isenção Tarifária de Transporte (Passe livre, carteira do Idoso);
  • Programa Estadual Leite das Crianças.

Serviços de Proteção Social Especial de Alta complexidade

  • Instituição de Acolhimento para crianças e Adolescentes Nossa Senhora das Dores, atualmente com 10 crianças institucionalizadas;
  • Insituição de Longa Permanência para idosos Ana Maoski Boniecki, atualmente com 17 idosos institucionalizados.

Marilda está encarando as dificuldades e desafios de atuar em meio à pandemia, mas reforça a ideia de que a Assistência Social é uma política essencial, e mesmo durante essa crise, a Secretaria (órgão Gestor) e CRAS Lagoinha mantém e ampliam suas ações, adaptadas conforme a demanda, mantendo seu funcionamento de segunda a sexta das 08:00hs às 12:00hs e das 13:00hs ás 17:00hs, presencialmente, como também utilizando-se do atendimento remoto, por meio de tecnologia de comunicação (whatsapp, telefone, etc), buscando atender as necessidades urgentes da população, observadas as recomendações dos órgãos da área de saúde.

Com a COVID-19, a vulnerabilidade social das famílias aumentou, consequentemente as solicitações do benefício de subsídio alimentar também, por isso esta sendo necessário priorizar a entrega para as famílias em alta vulnerabilidade social, conforme avaliação técnica.