Município de Tijucas do Sul alcança objetivos definidos pela comunidade a partir do programa SUSCOM+

Aconteceu na manhã de ontem, 15 de agosto, a reunião comunitária do Programa SUSCOM+, com a prestação de contas dos compromissos assumidos na primeira reunião comunitária do programa no início do ano. Neste primeiro encontro a comunidade discutiu quais as maiores dificuldades do município na prestação da atenção básica, sendo escolhidos como principais: falta de médicos, deficiência na qualidade da prestação dos serviços na atenção básica e falta de medicamentos. A primeira indicação foi escolhida como prioridade para acompanhamento no Programa.

O evento de hoje, que visou apresentar quais as ações foram realizadas e quais os resultados foram alcançados desde o primeiro encontro, aconteceu na Câmara Municipal de Vereadores e contou com a presença do prefeito César Matucheski; secretária municipal de saúde Elaine Castro Neves; vereador Antônio Cláudio Martins; do Ministério Público do Estado do Paraná: Promotora de Justiça da Comarca de São José dos Pinhais Silvia Galesi Campelo e a Promotora de Justiça Caroline Chiamulera do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Proteção à Saúde Pública; da Secretaria de Estado de Saúde – 2ª Regional  o Diretor José Dalmi Dissenha e Chefe de divisão de gestão e saúde  Andrea Perry; representando o Ministério da Saúde (Superintendência Estadual) Nathalia Derengowski; do Consórcio Metropolitano de Saúde –COMESP a Diretora Geral Daniela França Cavalcante e o Dr. Darci Martins Braga; Katya Carvalho representante do Conselho Regional dos Secretários Municipais de Saúde – CRESEMS e secretária de saúde de Agudos do Sul; Maria Tecla de Melo representando o Conselho Municipal de Saúde; servidores do Município de Tijucas do Sul, do Ministério Público e do Ministério da Saúde; e comunidade.

Para apresentar as ações implantadas pelo município, a promotora Silvia convidou a secretária de saúde Elaine para a explanação, a qual apontou que todas as metas discutidas na primeira reunião foram implementadas.

Para a prioridade acompanhada pelo programa, sendo a falta de médicos a apontada pela população, incialmente, através de uma parceria com a 2ª Regional de Saúde, foi disponibilizado um médico para atendimento semanal na UBS Fagundes, para atender a população enquanto a contratação de novos médicos fosse concluída. A meta de contratação de novos médicos foi alcançada, sendo que, após vários processos seletivos sem sucesso de contração, a modalidade de licitação foi encontrada para contratar um médico clínico geral para a Estratégia de Saúde de Campestre, um para Vila Cubas e a substituição de um novo médico 40 horas para a Estratégia de Lagoinha, que tinha um médico 20 horas, essa substituição possibilita o credenciamento desta ESF no Ministério da Saúde que será realizado em breve. Com isso foi possível realocar um médico para a Estratégia de Fagundes.

“Hoje contamos com equipes completas nas cinco Estratégias Saúde da Família, compostas por agentes comunitárias de saúde, técnicos em enfermagem, enfermeiros e médicos, com atendimento médico regular.”, explanou a secretária Elaine.

Os médicos especialistas foram outras das conquistas, sendo que o município de Tijucas do Sul contratou médico pediatra, a qual já realizou mais de 190 atendimentos desde o dia 08 de julho. Através do COMESP foram atendidos mais de 110 pacientes pelo médico ginecologista e mais de 170 pelo psiquiatra. Além disso, a Secretaria de Saúde junto à 2ª Regional de Saúde está elaborando o programa de saúde mental no município, junto à equipe das Estratégias e o profissional especialista da Secretaria de Estado de Saúde.

O segundo ponto levantado pela população foi a melhoria na qualidade da atenção básica. As ações realizadas pelo Município nesse sentido, foram: Adequação dos Recursos Humanos, com contratação e realocação de técnicos de enfermagem, enfermeiros, farmacêutico e auxiliar administrativo; estão sendo realizadas capacitações internas para os servidores da saúde, bem como o incentivo às capacitações externas; foram realizadas encontros com a 2ª Regional de Saúde para redefinir os territórios, o que possibilitou atender todas as comunidades de forma mais eficiente para os profissionais e de maior facilidade de acesso à população aos serviços de saúde; criação de protocolos de atenção à saúde através da criação da Comissão de Protocolos Municipais de Atenção à Saúde, como: fluxo de dispensação de dietas especiais, fluxo de encaminhamento de pacientes Hospital = Unidade Básica = Hospital e  fluxo para dispensação de medicamentos da farmácia especial; reestruturação de espaços físicos; organização do Centro de Abastecimento de Fármacos (CAF); revisão da Relação Municipal de Medicamento Essenciais (REMUME), promovendo a otimização dos processos de compra e distribuição de medicamentos.

A representante da Secretaria de Estado de Saúde Andrea Perry explanou as ações implantadas pelo Estado em relação as prioridades: cederam, provisoriamente, médico para o município, o qual atendeu mais de 200 pacientes; auxiliou na organização dos territórios; auxiliou na organização na dispensação de medicamentos; deu orientações  para otimizar o processo de compra e dispensação de medicamentos.

A Comesp, representada pela diretora Daniela Cavalcanti, reiterou as ações mencionadas sobre as ações do Consórcio para o compromisso firmado, sendo a extensão dos atendimentos de ginecologia, para outros municípios, que partiram da necessidade em comum com o município de Tijucas do Sul, graças à demanda do município no SUSCOM+.

Aberta a palavra para os presentes, o vereador Cláudio Martins agradeceu a iniciativa do SUSCOM+ e as equipes pelos objetivos alcançados. “Há tempos atrás recebíamos reclamações diariamente a respeito da saúde de Tijucas do Sul e, hoje, tenho a grande satisfação de dizer de um tempo para cá as reclamações acabaram. Isso é sinal que funcionou, sinal de que a aclamação da população foi atendida. ”, comentou o vereador Cláudio.

Os usuários, assim como funcionários da saúde se manifestaram em agradecimento às conquistas da saúde do município através do SUSCOM+ e todas as indagações da comunidade foram sanadas, como o tempo de atendimento médico que, como explicaram o Dr. Braga e a Promotora Sílvia, os médicos das Estratégias devem conhecer de fato seus pacientes, não apenas ouvir um dos problemas e, muitas vezes, fazer encaminhamentos desnecessários. Por isso a importância dos médicos ouvirem cada paciente e conhecer o seu histórico. “O atendimento nas Estratégias não é feito só pelo médico, mas por toda a equipe. Ninguém conhece melhor o usuário do que o agente comunitário de saúde, o técnico em enfermagem e o enfermeiro. E aqui em Tijucas do Sul a média de pacientes por ESF é menor do que muitos outros municípios. O que é excelente. Tijucas do Sul, a partir do SUSCOM+ é cidade modelo em todo o Estado e nós, do COMESP vamos continuar junto com o município para que ele continue sendo modelo. ”, explanou o Dr. Braga.

O absenteísmo (faltas) nos exames e consultas especializadas também foi pautada pelos presentes, o que tem aumentado a fila de espera, prejudicado alguns pacientes mais emergenciais e onerando os cofres públicos. Em Tijucas do Sul, o absenteísmo chega a 20%. “Nessa semana, das 12 consultas agendadas com a pediatra, que era um pedido da população, seis não compareceram, isso em apenas um dia.”, comentou a secretária de saúde Elaine.

Após as explanações, a promotora Sílvia considerou integralmente cumprido o termo de compromisso assinado na primeira reunião e encerrou o encontro agradecendo aos esforços de todos os envolvidos.

O prefeito César Matucheski falou da importância que o SUSCOM+ teve para o município, que, a partir do projeto, deixou de ser o agente único no atendimento do SUS em relação ao munícipe. “Através do SUSCOM+ passamos a tentar resolver os problemas em conjunto com o Ministério Público, com COMESP e com a Secretaria de Estado de Saúde e esse foi um projeto desenvolvido que foi exemplo disso. Conseguimos atingir os objetivos traçados através das solicitações da comunidade na primeira reunião e tivemos a grata satisfação de apresentar isso e, inclusive, sermos usados como exemplo para outros municípios para o desenvolvimento do projetos tanto pela Regional quanto pelo Consorcio, para que possamos atender cada vez melhor o munícipe em relação a saúde.”, comentou o prefeito.